segunda-feira, 30 de abril de 2012

sangue do meu sangue


Lá consegui ver um filme. Em duas vezes, o que prejudicou um bocado o ritmo, mas por vezes faz-se o que se pode e não o que se quer. Deste modo, o filme foi visionado durante a sesta da miúda I e sesta da miúda II. E gostei. Gosto muito de ver cinema em português, não obstante as muitas desilusões que já apanhei, e que não foram poucas. Mas gosto.
Assim, não querendo repetir muitas coisas que a Lia disse e bem, repito algumas. Também eu fiquei curiosa para ver outros filmes do João Canijo, nomeadamente os Sapatos Pretos e o Ganhar a Vida. Neste Sangue do meu Sangue o trabalho dos actores é excepcional. A Rita Blanco, sempre gostei, tanto no registo cómico como no dramático, é uma actriz intensa e muito, muito natural. Fui agradavelmente surpreendida pela Anabela Moreira e pela Cleia Almeida, que como diz a Lia,são  mulheres bonitas no meio de um aparente descuido, e naquele ambiente. O Nuno Lopes, que mais se poderá dizer? Muito bom. Já viram a Alice do Marco Martins? É ver. Uma realidade dura, vidas nada fáceis...

3 comentários:

Melissinha disse...

Ganhar a Vida é extraordinário.

gralha disse...

Quero ver se vejo esta semana.

Ana C. disse...

Quero muito ver o Sangue do meu Sangue. Aliás, quero um filme português que me reconcilie com o cinema português.