terça-feira, 27 de março de 2012

quem diria

Que as pulseiras de macramé que eu usava nos anos 80 iam voltar a estar na moda? Lembro-me como se fosse hoje de estender uma toalha junto à passadeira de pedra, da praia onde costumava passar férias, e tentar vender as minhas pulseiras. E conchas também. Nunca percebi porque raio é que nunca vendi uma única concha, mesmo à beira da praia, mas aqui está a prova cabal de que nunca tive jeito para vender nada. Também tentei infrutiferamente vender a minha preciosa colecção de latas de refrigerantes, em plena Av. Roma, na rua. Nem uma latinha vendi.
Considerações comerciais à parte, esta semana pus-me a fazer essas pulseiras, e é como andar de bicicleta, nunca se esquece. Agora tomei-lhe o vício e distraio-me de vez em quando. Podia-me ter dado para o crochet ou para o ponto cruz, mas deu-me para isto.

2 comentários:

Andreia disse...

:-D

Jolas disse...

Tu acreditas que eu tb ando nessa..eles (crianças) até já escolheram as cores que querem. E o gozo que me dá fazê-las??