terça-feira, 6 de março de 2012

always look at the bright side of life

Embora por vezes custe um bocadinho, e vejamos as coisas mais para o cinzento que para o branco, este é um mantra pelo qual me tento guiar. Mas há dias e há momentos em que estou mais desanimada, e hoje é o dia. Sei que vai passar, mas hoje não há positivismo que me safe. Tal como estava a prever passei a part time. Não vale a pena dizer que estou mais tesa que um carapau, não tenho dinheiro nem para mandar cantar um cego, porque isso já se sabe.
Por vezes penso onde é que errei neste percurso, se é que errei? Porque raios não tenho um emprego estável onde ganhe o que mereço? Porque porra é que só os outros é que ganham bem, e viajam e jantam fora e nem se preocupam em dar 50 euros por uns sapatos? Que merda.

13 comentários:

EIMV disse...

Não fizeste nada de errado. Infelizmente estamos a passar uma fase em que são poucos os que estão bem financeiramente e com um emprego estável. Felizmente encontro-me na situação da minoria, mas estou rodeada daqueles que não estão.
Não se pode baixar os braços. Tem que se ir à luta e procurar algo melhor. Só que não está fácil...
Muita força e muita sorte (às vezes tem que se ter sorte) é o que desejo!

cláudia disse...

como te percebo. é tão frustrante e desgastante.. :(
força, muita força*

Lia Ferreira disse...

*suspiro*

beijinho!

Analog Girl disse...

O comentário da EIMV ali acima podia ser meu. Não acho que faças nada de errado, a situação económica não está favorável, e sim, pode ser um pouco de falta de sorte à mistura. Eu tento todos os dias que tenho muita sorte em ter para onde ir, mesmo quando me queixo. Ainda há pouco falei disso ao meu pai, que me dizia que tem saudades de se queixar do trabalho, porque era sinal que o tinha e que tinha saúde (o meu pai está reformado e entretanto sofreu uma cirurgia que por vezes o incapacita). Agarra-te a isso se tudo o resto faltar, tens saúde, a tua filha tem saúde, e esse é o maior ponto de partida... :)
Beijinho e força

Andreia disse...

Eh pah! Esta agonia em que vivemos, com ou sem trabalho!...

Força!*

gralha disse...

Que grande chatisse. Espero que seja uma situação transitória e que possas aproveitar o tempo livre que sobra para esplanadar e brincar com a filhota.
(eu também já percebi que não tenho inclinação para a vida fácil. paciência, nem todos fomos feitos para coleccionar sapatos)

anf disse...

Espero que passe rápido,
é que as despesas não diminuem antes pelo contrário,
beijo

Cata disse...

Fico triste e compreendo a tua angústia, acho que há muita gente privilegiada que não dá o devido valor ao trabalho.
Deixa lá, não tens sapatos mas tens outras coisas muito melhores que o dinheiro não compra. Ânimo!Beijinhos

gnoveva disse...

...

(queria dizer alguma coisa sobre o assunto mas só me vem à cabeça a genial frase do "Triunfo dos Porcos":
"Todos os Animais são iguais, mas uns são mais iguais que outros".) :|

triss disse...

obg meninas:-)

Carla disse...

Olá tenho seguido o teu blog, só agora resolvi comentar, não desanimes identifico-me muito contigo.
pertenço ao grupo dos com pouca sorte e nunca penso onde falhei.
Trabalhei 12 anos e agora puff foi tudo pelo ar...
às vezes sinto-me deprimida e sem perspectivas, mas olho à minha volta e tenho uma família linda e isso ninguém pode tirar.
Melhores dias virão temos de pensar positivo e desfrutar o melhor da nossa família que precisa tanto de nós. :) bjs

triss disse...

Obg Carla, beijinhos

Anónimo disse...

Today is ethical poorly, isn't it?