quarta-feira, 28 de agosto de 2013

desfralde

Em Junho e Julho andei preocupadíssima, a tentar que a miíuda deixasse as fraldas, porque era o timing certo (para quem?), e fazia calor, e toda a gente dizia que estava na altura, e tem que ser agora e mais não sei quê. E ela não quis. Dizia que não queria xixi no penico, só na fralda.
Esta semana acordou uma manhã e disse-me "quero cuecas como a mãe". Desde esse dia tem usado cuecas o dia todo, e é uma cena para lhe conseguir pôr a fralda à noite.
De maneira que não vale a pena stressarmos com o que "tem de ser" ou "é suposto acontecer".
Quando tem de ser, é. Ponto.

Um espectáculo!

6 comentários:

gralha disse...

É mesmo. Mais nada.

anf disse...

Eu passei pelo mesmo, desisti, quando lhe pergunto o que quer ela responde "fralda no rabinho", não adianta eu querer tem de ser ela a querer,
o dia vai chegar, os timings são diferentes de criança para criança,
beijinho

Julieta disse...

Tal e qual. Essa mania generalizada que as fraldas se tiram no verão mais próximo dos 2 anos é a maior parvoeira de todos os tempos. Graças a essa treta tive um desfralde horrível com a miúda que quase precisou de psicólogo. "A pressa é inimiga da perfeição".

Tiago disse...

Nisso (fraldas) e na vida (tudo resto). Beijo tropical.

macaca grava-por-cima disse...

tal e qual. o ritmo são eles que ditam!!!

Me disse...

É isso mesmo. Sem stress. A minha filha deixou este Verão porque ela quis e mostrou-o muito bem. Ainda conversei com a pediatra sobre "essa vontade" e apesar de ela ter dito que ainda era cedo, confirmou o que eu própria achava "é quando eles querem".

Mai' nada ;)